Fancy Inc: Plena Ascensão - 08/01/2018

Por Luigi Vanucci 
Foto Julio Campos


Em um mercado competitivo, é essencial o trabalho estratégico em torno de todos os pontos cruciais para uma carreira de sucesso. Hoje, ser um artista é muito mais do que produzir boas músicas e colecionar apresentações memoráveis, pois existem fatores e atributos que são muito importantes para o desenvolvimento de um projeto. Quando reunimos todos estes aspectos de maneira bem-sucedida, o resultado disso pode quebrar algumas barreiras já saturadas na indústria, ditando novos ritmos e tendências, e até mesmo reinventando fórmulas para atingir patamares mais elevados.


É o caso do Fancy Inc, pseudônimo criado por Adriano Dub e Matheus Rodrigues, dois excelentes produtores musicais que se encontram em plena ascensão no mercado da música eletrônica. As faixas do projeto já são reconhecidas em âmbito mundial pelos principais artistas do nicho em que atuam, com suportes importantes de nomes como Hot Since 82, Prok & Fitch, Jay Lumen, Steve Lawler, Nic Fanciulli, Mark Knight, Latmun, Mendo, Wade, Max Chapman, Leftwing & Kody, Wally Lopez, entre vários outros.


Isso tudo, alinhado à uma coleção de lançamentos pelas melhores gravadoras do mercado atualmente, a exemplo de Toolroom, ElRow Music e Criminal Hype, representam perfeitamente a identidade sonora da dupla. A evolução do Fancy Inc é inspiradora, principalmente para os novos artistas brasileiros que estão começando a produzir e a correr atrás dos seus objetivos, pois este sucesso prova que o nosso país é um terreno fértil a ser explorado — fator que acaba sendo muito bem trabalhado lá fora e que tem um enorme potencial para crescer por aqui também.


O projeto foi criado em 2014, quando Adriano e Matheus se conheceram pelas redes sociais, devido ao gosto musical e as ideias em comum. Ambos já produziam há mais de dez anos e resolveram então dar início a parceria. Com alguns meses trabalhando juntos, a dupla decidiu reunir o background musical da house music dos anos 90, e, rapidamente, este som chegou ao mercado internacional, resultando em ótimos lançamentos por selos da Europa e gerando as primeiras propostas de gig vindas do exterior.


Êxito que vem se repetindo em 2017, porém com mais cautela nos novos releases e amadurecimento ainda maior nas produções. Mas não para por aí! Há alguns meses, foi promovida pelo DJ Meme uma campanha para encontrar novos talentos do house no Brasil. Uma oportunidade que não deixaram passar, fazendo com que este pioneiro da cena caísse nas graças da dupla. Ainda sem uma data definida para o lançamento, tiveram o prazer de remixar a clássica “Sun Is Coming Out”, e logo depois foram convidados para trabalharem juntos na produção de uma das faixas do novo disco de Lulu Santos, que possui releituras de Rita Lee.


No início de outubro deram início à coluna “Pump It Up” no site da House Mag, em que trazem novidades da house music contemporânea, reunindo nomes importantes da indústria e entrevistas exclusivas. Isso os dá a chance de levar conteúdo relevante a um público interessado e de gerar mais informação dentro deste nicho, estimulando o crescimento da cena como um todo. Outra grande novidade é que, no mês de novembro, lançaram sua própria gravadora em parceria com Marcello V.O.R. e Thomaz Krauze, batizada de Skill Matters. O foco será incentivar novos produtores através da oportunidade de trabalharem com artistas maiores em alguns dos releases do selo. O primeiro lançamento está marcado para sair no começo de 2018 e muitas outras novidades estão por vir.