1001 tracklists revela sua lista dos 101 maiores produtores de 2017 - 09/01/2018

Por Lucas Arnaud 


Há tempos que o 1001tracklists se tornou um dos endereços mais acessados pelos assíduos fãs da música eletrônica mainstream. O site comporta todo um banco de dados com as listas de músicas tocadas nos live sets dos grandes DJs da cena. E mais que isso, assimila informações sobre cada faixa nas listas, exibindo, por exemplo, outros sets nos quais foi reproduzida.


Nos últimos dias, o 1001 liberou sua lista dos 101 maiores produtores de 2017, que você pode conferir neste link. O interessante é que os critérios são diferentes de rankings como o da DJ Mag (baseado em voto popular). No caso do 1001tracklists, as colocações são baseadas na quantidade de "supports" que cada artista recebeu ao longo do ano, ou seja, o número de vezes que suas faixas foram tocadas em sets de outros DJs. A lista é formada, portanto, por um critério numérico, objetivo e comprovável (pois cada support consta no database do site), sendo o resultado um bom panorama do que está mais em voga na cena mainstream.


O primeiro colocado é ninguém menos que Skrillex, seguido por nomes como Don Diablo, Axwell, Diplo e Hardwell. O sexto colocado, BROHUG, nos chama atenção: temos aqui um artista que sequer figura no rank da DJ Mag, mas que já conta nível de suporte comparado aos dos maiores do mundo. E esse é o diferencial do rank do 1001trackslists: podemos (antecipadamente) visualizar produtores relativamente menores, mas com amplo potencial de crescimento em popularidade. E o exemplo disso é o próprio BROHUG, trio de produtores suecos que veremos cada vez mais nos lineups dos grandes festivais internacionais de 2018.