André Pulse apresenta o projeto Holomagic - 11/01/2018

Por Salomão Augusto

Com pionerismo em vários aspectos, André Pulse é considerado um dos desbravadores da música eletrônica no Brasil, sempre estando à frente do tempo. Comandou clubs como Casanostra e Pulse, em Goiânia – sua cidade natal, e também levou importantes nomes a uma terra quase inabitada por beats na época, levantando uma cena do zero, no começo da década de 80.


Tamanha atividade nunca o tornou estático: com um pé no futuro, não só na música como nas tendências tecnológicas que acompanham esse universo, ele impressiona em tudo que assina, desde festivais icônicos que coproduziu até eventos de temporada como carnavais e réveillons pelo país todo.


Ditando tendências e conciliando o mundo da música com sua carreira de DJ há mais de 30 anos, Pulse se manteve imerso em uma pesquisa profunda em ambiência e estruturação audiovisual avançada que já dura seis meses. Em suas últimas apresentações internacionais, desembarcou na China e lá buscou também cases que traduzem a mensagem e o principal motor desse tipo de apresentação: o impacto sensorial.


Com exclusividade, a House Mag procurou o artista que revelou parte do segredo de sua apresentação, porém, o principal terá que ser presenciado ao vivo. O projeto leva o nome de Holomagic 1.0 e terá sua estreia amanhã, dia 12.

EXPERIÊNCIA COMPLETA

O contexto da obra, em resumo, é uma experiência audiovisual completa e intensa, passando pelo orgânico instrumental e indo até o que há de mais avançado em projeções e iluminação de palco. O “1.0” foi proposital, pois acontecerá em versão beta, tanto para o público quanto para a produção. A noite será um protótipo do que potencialmente tende a ser o projeto.

O local selecionado para essa apresentação é a Roxy, em Goiânia. Em um ambiente intimista preparado, Pulse convida todos para uma viagem bem orquestrada pelo som e imagem. Compondo a noite juntamente com sua performance live, os DJs Irineu Lac (Spitrit of house) e Komka (5uintoBSB) formam o time do áudio.


O act terá participações especiais do violinista e produtor Luiz Fribs e do saxofonista Foka. Regendo e mapeando os visuais da noite, o VJ Fabinho traduz em imagem os sentimentos da pista. Um momento único no Centro-Oeste para não se perder. Mais infos: www.facebook.com/events/2016395351982567